Enxaqueca ou Migrânea

Dor de cabeça é algo comum, mas que pode ser bastante debilitante.

headache2

Aproximadamente 80 por cento das dores de cabeça são causadas por uma das duas síndromes:

  • Migrânea ou Enxaqueca
  • Cefaléia tensional

Esse texto era discutir sobre a Migrânea

 

Quais os sintomas da migrânea?

A migrânea é o segunda mais comum das dores de cabeça no Brasil e também uma das principais causas de procura ao pronto atendimento médico.

Como é a dor da migrânea?cefaleia-unilateral

A dor da migrânea geralmente começa gradual, intensifica-se entre minutos ou horas, e resolve-se gradualmente no final da crise. A dor na cabeça é tipicamente de moderada para intensa. Quando intensa tem características pulsátil ou latejante. Quando moderada ou leve costuma ser profunda, contínua, maçante.

A dor da migrânea piora com a luz, barulhos, espirros, movimento rápido da cabeça, esforço ou atividade física. Muitos quando sofrem uma crise de migrânea tentam obter alivio deitando-se em um quarto escuro e silencioso.

Em cerca de 70% das vezes a dor ocorre em somente um lado da cabeça. Em adultos, a dor da migrânea geralmente dura poucas horas, embora possa durar de 04 a 72 horas.

Quais os outros sintomas além da dor?

A crise de enxaqueca geralmente é acompanhada de náuseas e vômito, assim como sensibilidade a luz e a barulho. Entre 10 a 20 por cento das pessoas com migrânea experimenta congestão nasal, coriza e olhos lacrimejantes.

Os sintomas de uma crise de enxaqueca podem ser intensos e alarmantes, mas na maioria dos casos não há ameaças a saúde quando a crise passa.

 

O que é aura?

Aproximadamente 20 por cento das pessoas com migrânea experimentam sintomas antes da dor; sintomas que podem ser chamados de aura. A aura pode incluir luzes piscando ou brilhantes, linhas em ziguezague, alterações na visão, dormência ou formigamento nos dedos das mãos, lábios, língua ou face inferior. Você pode ter um ou mais desses sintomas de aura.

Os sintomas de aura geralmente duram de 05 a 20 minutos e raramente duram mais de 60 minutos. A dor de cabeça ocorre logo após a aura.

 

Quais os gatilhos da crise?

desencadeantes-da-enxaqueca

Enxaqueca pode ser desencadeada por estresse, preocupação, períodos menstruais, pílulas anticoncepcionais, fadiga, falta de sono, fome e certo alimentos ou bebidas que contenham substâncias químicas como nitritos, glutamato, aspartato, tiramina.

Certos medicamentos e produtos químicos também podem desencadear uma crise de enxaqueca, incluindo a nitroglicerina (usado para tratar a dor no peito), estrogénios, hidralazina, perfumes, fumaça e solventes orgânicos, com um odor forte.

Nem sempre o que pode desencadear uma crise em uma pessoa vai também ser prejudicial a você.

 

Como fazer um diário da dor?

As pessoas que têm dores de cabeça frequentes ou graves podem beneficiar de manter um diário de dor ao longo de um mês. Isso pode ser usado para determinar o que desencadeia a enxaqueca.

Para fazer o diário basta anotar em um caderno, a data, intensidade da dor, horas de sono, o que comeu naquele dia e os eventos antes de começar a dor (estresse, atividade física vigorosa, etc).

 

Quais os tratamentos para enxaqueca?

pain-relief-utah-massage

O tratamento de enxaquecas depende da frequência, gravidade e sintomas da sua dor de cabeça.

  • Tratamento agudo refere-se a medicamentos que você pode tomar quando você tem uma dor de cabeça para aliviar a dor imediatamente.
  • Tratamento preventivo refere-se a medicamentos que você pode tomar diariamente para evitar dores de cabeça no futuro

 

Como tratar uma crise aguda?

A dor da enxaqueca pode ser difícil de tratar. O tratamento é mais fácil de funcionar se for tratado antes da dor começar (na aura) ou bem no começo. Portanto uma aura pode ser um aviso que uma crise está a caminho, sendo um sinal para tomar o medicamento.

Analgésicos – Crises de enxaqueca leve podem responder a analgésicos, alguns dos quais estão disponíveis sem receita médica:

Paracetamol

Antiinflamatórios como ibuprofeno, cetoprofeno, tenoxicam

Há várias contraindicações aos antiinflamatórios como por exemplo, gastrite, ulceras pépticas, problemas renais, sangramentos, plaquetas baixas, dengue, etc.

Analgésicos também estão disponíveis em combinação com a cafeína, que aumenta o seu efeito anti-enxaqueca.

Analgésicos são frequentemente recomendados em primeiro lugar para dores leves a moderadas. No entanto, eles não devem ser usados com muita frequência, porque o uso excessivo pode levar a dores de cabeça por uso abusivo ou dores de cabeça crónica diária.

´´Não tome analgésicos em excesso, procure um atendimento médico´´

Triptanos –

Quando um analgésico comum não alivia sua dor de enxaqueca, os médicos podem recomendar medicamento que é específico para migrânea.  Exemplos de triptanos são sumatriptano, zolmitriptano, naratriptano, rizatriptano, eletriptano, almatriptano e fravotriptano. No entanto só devem ser usados se prescritos por um médico.

Geralmente não deve ser usado por exemplo para pessoas com descontrole pressórico, doença vascular (incluindo AVC e doença coronária), angina de Prinzmetal, gravidez, doença renal ou hepática grave.

Ergotamina- 

Ergotamina é um medicamento mais antigo, específico para enxaqueca. É muitas vezes combinada com cafeína. Não é tão eficaz como os triptanos, mas também podem ser recomendado para quem tem enxaquecas de longa duração ou com grande frequência. Também só deve ser tomado se prescrita por um médico, devido as contraindicações da droga.

Outras medicamentos –

Existem outros medicamentos que por enquanto foram menos estudados ou menos efetivos e são selecionados para casos específicos. A dexametasona é um glicocorticoide feito através de injeção intravenosa que pode ser associado ao tratamento no pronto-atendimento médico em alguns casos selecionados.

 

Qual o tratamento preventivo?

Mudanças no estilo de vida podem ser benéficos para o controle da migrânea, incluindo boa higiene do sono, horários de refeição de rotina, exercício físico regular e gerir os gatilhos da enxaqueca

web-homem-aliviado

 

O tratamento preventivo medicamentoso ajuda a controlar as crises na maioria das pessoas, porém o benefício do tratamento pode demorar até 04 semanas para ser evidente.

Betabloqueadores –

Betabloqueadores foram originalmente desenvolvidos para controlar a pressão arterial. Mais tarde, foi visto que os betabloqueadores (propranolol, atenolol, metoprolol) reduzem a frequência dos ataques de enxaqueca em 60 a 80 por cento dos indivíduos. Existem algumas contraindicações importantes ao seu uso e pode por exemplo causar impotência em homens.

Medicamentos antidepressivos –

Antidepressivos, por exemplo os antidepressivos tricíclicos (amitriptilina, nortriptilina) são opções de medicamentos para prevenção de migrânea. Os efeitos colaterais são comuns com essas drogas. Sonolência é frequente. Portanto, deve se iniciar o tratamento a noite e com doses baixas. Outros efeitos colaterais incluem boca seca, constipação, palpitações, ganho de peso, visão turva e retenção urinária. Em indivíduos idosos, confusão pode ocorrer.

Medicamentos anticonvulsivantes –

Topiramato, gabapentina, valproato de sódio, algumas vezes são usados como medicamentos para prevenção de enxaqueca.

Valproato demonstra ser tão efetivo como os betabloqueadores para prevenção na migrânea. Entretanto, valproato pode causar ganho de peso e perda de cabelo. Mulheres grávidas ou sexualmente ativas sem uso de contraceptivos, não devem fazer uso do valproato.

Gabapentina foi efetiva em reduzir a frequência de dor na enxaqueca em um pequeno estudo clinico. Potenciais efeitos adversos incluem tontura, sonolência, vertigem e desequilíbrio.

Topiramato é uma droga anticonvulsiva que pode ajudar a prevenir a migrânea. Pode causar efeitos colaterais leves a moderados que incluem sensações anormais tipo formigamento, fadiga, náuseas, alterações no paladar, perda de apetite, diarreia e perda de peso. Efeitos colaterais mais graves pode ocorrer, incluindo dificuldade com o pensamento e concentração.

Bloqueadores de canais de cálcio –

Verapamil e Nifedipina de liberação prolongada são medicamentos desenvolvidos para tratar a pressão arterial elevada.

São assim como os betabloqueadores, medicamentos já antigos no tratamento preventivo da migrânea. Uma desvantagem é que podem perder a efetividade ao longo do tempo, mas isso pode ser contornado aumentando a dose ou trocando por um medicamento similar.

Outros tratamentos:

Terapia com ervas – Por enquanto os especialistas concordam que os benefícios não foram comprovados.

site-botox-01-tratado-for-web
Botox é eficaz para tratamento de migrânea?

Estudos não mostraram benefícios da injeção de Botox para tratamento episódico enxaqueca. Em contrapartida, há estudos evidenciando que a injeção de Botox tem efetividade para o tratamento de migrânea crônica (definida como dores de cabeça que ocorrem há pelo menos 03 meses com 15 ou mais episódios de dores por mês, com pelo menos 8 episódios com critérios para migrânea sem aura).

 

 

 

 

Alguns estudos pequenos foram realizados com alguns medicamentos abaixo relacionados, porém ainda é necessário estudos maiores para comprovar ou descartar benefícios.

  • Magnésio,
  • Melantonina,
  • Pizotifeno,
  • Coenzyme Q10
  • Vitamina B12 (riboflavina)
  • Vitamina D

 

Importante: Evitar o abuso de drogas 

É imprescindível a utilização de medicamentos anti-enxaqueca de acordo com a prescrição e as instruções do médico. O uso excessivo de certos medicamentos para enxaqueca, incluindo medicamentos vendidos livremente em farmácias, pode levar a dor de cabeça por abuso ou provocar um efeito rebote e ocasionar um padrão de dores de cabeça diárias difícil de tratar.

Um ciclo vicioso ocorre quando dores de cabeça frequentes levam tomar vários comprimidos de medicamento, que em seguida causa dor de cabeça rebote, levando a tomar mais medicamento e assim por diante…

Fale com seu médico se o seu tratamento não estiver aliviando suas dores de cabeça ou se você está tendo efeitos colaterais desagradáveis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s