Rinite Alérgica

rinite

A rinite alérgica refere-se à inflamação das vias nasais. Esta inflamação pode causar uma variedade de sintomas irritantes, incluindo espirros, coceira, congestão nasal, corrimento nasal e gotejamento pós-nasal (a sensação de que o muco está escorrendo para atrás da garganta).

Breves episódios de rinite são geralmente causados pelas infecções do trato respiratório por vírus (por exemplo, o resfriado comum). A rinite crônica é geralmente causada por alergias, mas também pode ocorrer pelo uso excessivo de certos medicamentos e algumas condições médicas.

Para muitas pessoas, a rinite é uma condição vitalícia que aumenta e diminui ao longo do tempo. Felizmente os sintomas da rinite geralmente podem ser controlados com uma combinação de medidas ambientais, medicamentos e imunoterapia.

QUEM PODE TER RINITE ALÉRGICA?

A rinite alérgica afeta aproximadamente 20% das pessoas de todas as idades. O risco de desenvolver rinite alérgica é muito maior em pessoas com asma ou eczema e em pessoas que têm um histórico familiar de asma ou rinite.

A rinite alérgica pode começar em qualquer idade, embora a maioria das pessoas desenvolva primeiro os sintomas na infância ou em idade adulta jovem.

Os sintomas são frequentemente piores em crianças e em pessoas em seus 30 e 40 anos.

No entanto, a gravidade dos sintomas tende a variar ao longo da vida. Os pacientes podem ter períodos em que não apresentam nenhum sintoma.

polen2

QUAIS AS CAUSAS?

A rinite alérgica é causada por uma reação nasal a pequenas partículas transportadas pelo ar chamado alérgenos (substâncias que provocam uma reação alérgica). Em algumas pessoas, estas partículas também causam reações nos pulmões (asma) e olhos (conjuntivite alérgica).

A reação alérgica é caracterizada pela ativação de dois tipos de células inflamatórias chamadas mastócitos e basófilos. Estas células produzem substâncias inflamatórias, como a histamina, que causam congestão (fluido que se acumula nos tecidos nasais), coceira, espirros e corrimento nasal.

Rinite alérgica sazonal versus perene – A rinite alérgica pode ser sazonal (ocorrendo durante épocas específicas) ou perene (ocorrendo durante o ano todo). Os alérgenos que mais comumente causam rinite alérgica sazonal incluem pólens de árvores, gramíneas e ervas daninhas, bem como esporos de fungos e bolores.

Os alérgenos que mais comumente causam rinite alérgica perene são ácaros da poeira, baratas, pelos de animais e fungos ou bolores.

QUAIS OS SINTOMAS?

Os sintomas da rinite alérgica variam de pessoa para pessoa. Embora o termo “rinite” se refira apenas aos sintomas nasais, muitas pessoas também experimentam problemas com seus olhos, garganta e ouvidos. Além disso, o sono pode ser interrompido. Os sintomas podem incluir os seguintes:

  • Nariz – Secreção nasal aguda, passagens nasais bloqueadas, espirros, coceira nasal, gotejamento pós-nasal, perda de sabor, pressão facial ou dor.
  • Olhos – Comichão, olhos vermelhos, sensação de rugosidade nos olhos, inchaço, olheiras.
  • Garganta e ouvidos – Dor de garganta, voz rouca, congestão ou estalos nos ouvidos, prurido na garganta ou nos ouvidos.
  • Sono – Respiração bucal, despertar frequente, fadiga durante o dia, dificuldade em realizar o trabalho diurno.

Quando um alérgeno está presente durante todo o ano, os sintomas predominantes incluem gotejamento pós-nasal, congestão nasal persistente e sono de má qualidade.

 

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO?

O diagnóstico de rinite alérgica é baseado no exame físico e nos sintomas descritos acima. Os testes médicos podem confirmar o diagnóstico e identificar os alérgenos agressores.

Identificar alérgenos e outros gatilhos – Muitas vezes é possível identificar os alérgenos e outros gatilhos que provocam rinite alérgica:

  • recordando os fatores que precedem os sintomas
  • observando o momento em que os sintomas começam
  • identificando potenciais alérgenos nos ambientes doméstico, de trabalho e escolar

Testes de pele podem ser úteis para pessoas cujos sintomas não são bem controlados com medicamentos ou em quem o alérgeno agressor não é óbvio.

Veja mais sobre os gatilhos da rinite alérgica no link abaixo:

Gatilhos da Rinite Alérgica

 

QUAIS SÃO OS TRATAMENTOS?

Veja os tratamentos no link:

Rinite alérgica – Tratamento

 

E QUAIS OS CUIDADOS DURANTE A GRAVIDEZ?

for-web-pregnant-woman

Veja no link abaixo:

Rinite alérgica na gravidez

———————————————————–

#Publicado em março de 2017

Sobre Dr. Rafael Otsuzi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s