Alopecia Areata – Visão Geral

for-web-alopecia-areata-calva-area-sin-pelo

Alopecia areata é uma doença que provoca uma perda súbita de grupos de cabelos. Na maioria das pessoas, os cabelos crescem novamente, embora esse processo possa levar meses. Aproximadamente 50% dos pacientes com alopecia areata se recuperam dentro de um ano, mas novos episódios podem ocorrer ao longo da vida.

Cerca de uma pessoa a cada 50 sofrerá de alopecia areata em algum momento de sua vida. Ocorre igualmente em homens e mulheres de todas as etnias. A alopecia areata pode se desenvolver em qualquer idade, porém é mais frequente que apareça pela primeira vez antes dos 30 anos de idade.

Alopecia areata não é uma doença que ameaça a vida e não causa dor física. No entanto, os efeitos estéticos da perda de cabelo podem ser devastadores para alguns pacientes.

Continue lendo

Dermatite Atópica – Eczema

VISÃO GERAL – ECZEMA 

eczema-01-grande

A dermatite atópica, também conhecida como eczema, é um problema de pele que causa pele seca, pruriginosa, escamosa e vermelha. Pode ocorrer em bebês, crianças e adultos, e parece ser mais comum em certas famílias. O eczema pode ser tratado com hidratantes e pomadas e alguns medicamentos.

 

QUAIS AS CAUSAS DO ECZEMA? 

A causa do eczema não é completamente compreendida, embora os fatores hereditários parecem desempenhar um papel importante. Na maioria das pessoas, a dermatite atópica é causada por uma disfunção genética na camada mais externa da pele (a epiderme). A epiderme é a primeira linha de defesa entre o corpo e o meio ambiente. Quando a epiderme está intacta, mantém irritantes ambientais, alérgenos e micróbios protegidos de entrar no corpo.

Apesar da crença popular, em crianças, o eczema raramente está ligado a alergias alimentares. Se houver uma suspeita de alergia alimentar, a criança deve ser avaliada por um especialista em alergias.

 

QUAIS OS SINTOMAS DO ECZEMA?

A maioria das pessoas com eczema desenvolve seus primeiros sintomas antes dos cinco anos de idade. A coceira intensa da pele, manchas de vermelhidão, pequenas protuberâncias e descamação da pele são comuns. Coçar a pele pode causar inflamação cutânea adicional, o que pode piorar ainda mais o prurido. A coceira pode ser mais notável durante a noite.

As características do eczema variam de um indivíduo para outro e podem mudar ao longo do tempo. Embora o eczema seja geralmente confinado a áreas específicas do corpo, pode afetar várias áreas em casos graves:

● Em lactentes, pode haver áreas vermelhas, escamosas e crostas na frente dos braços e pernas, bochechas ou couro cabeludo. A área da fralda geralmente não é afetada.

● Em crianças e adultos, o eczema geralmente afeta a parte de trás do pescoço, o cotovelo e a parte de trás dos joelhos. Outras áreas afetadas podem incluir o rosto, os punhos e os antebraços. Com o passar dos tempos, a pele pode ficar engrossada e escurecida, ou mesmo com cicatrizes, por raspagens repetidas.

A pele também pode ser infectada como resultado de arranhões. Os sinais de infecção incluem choques vermelhos dolorosos que às vezes contêm pus; um médico deve ser consultado se isso ocorrer.

eczema 02

Outros achados em pessoas com eczema podem incluir:

● Pele seca e escamosa
● Folículos capilares enrolados que provocam pequenas protuberâncias, geralmente no rosto, nos braços e nas coxas
● Maior aumento da pele nas palmas das mãos e / ou uma dobra extra da pele sob o olho
● Escurecimento da pele ao redor dos olhos

 

COMO SE FAZ O DIAGNÓSTICO DE ECZEMA?

Não há teste específico usado para diagnosticar eczema. O diagnóstico geralmente é baseado na história médica e no exame físico de uma pessoa.

Fatores que sugerem fortemente eczema incluem prurido de longa data e recorrente, histórico pessoal ou familiar de condições alérgicas e uma idade precoce quando os sintomas começaram. Outros fatores incluem sintomas agravados após exposição a determinados gatilhos ou a qualquer dos achados da pele observados acima.

 

 

COMO É O TRATAMENTO DO ECZEMA?

O eczema é uma condição crônica.

Normalmente melhora e depois piora periodicamente. Algumas pessoas não apresentam sintomas durante vários anos. O eczema não é curável, embora os sintomas possam ser controlados com uma variedade de medidas de autocuidado e terapia medicamentosa.

 

Quem trata o eczema? 

Muitos pacientes com dermatite atópica podem inicialmente ser tratados pelo seu próprio médico (pediatra, clínico, entre outros). No entanto, um especialista em pele (dermatologista) pode ser recomendado em certas situações, como se a condição não melhorar com o tratamento, se certas áreas do corpo estiverem afetadas (rosto ou dobras de pele) e se outra condição oculta puder ser a causa dos sintomas.

 

Tratamento – Eliminar fatores agravantes

A eliminação de fatores que pioram o eczema pode ajudar a controlar os sintomas. Fatores agravantes podem incluir:

● Calor, transpiração, ambientes secos
● Estresse emocional ou ansiedade
● Mudanças rápidas de temperatura
● Exposição a determinados produtos químicos ou soluções de limpeza, incluindo sabões e detergentes, perfumes e cosméticos, lã ou fibras sintéticas, poeira, areia e fumaça de cigarro.

 

Tratamento – Manter a pele hidratada

Emolientes – Emolientes são cremes e unguentos que hidratam a pele. Os melhores emolientes para pessoas com dermatite atópica são cremes espessos (como Eucerin, Cetaphil e Nutraderm) ou pomadas (como vaselina ou aquaphor), que contêm pouca ou nenhuma água. Os emolientes são mais eficazes quando aplicados imediatamente após o banho. Os emolientes podem ser aplicados duas vezes por dia ou, mais frequentemente, se necessário. Loções contém mais água do que cremes e unguentos e são menos eficazes para hidratar a pele.

eczema-pomada

Banhos – Não está claro se banhos contribuem para manter a pele hidratada. Banhos ou chuveiros quentes podem hidratar e esfriar a pele, aliviando temporariamente a coceira do eczema. No entanto, banhos quentes ou longos (maior que 10 a 15 minutos) e chuveiros devem ser evitados, pois podem ressecar a pele.

Um sabão sem perfume, suave ou não solvente (como Cetaphil) deve ser usado com moderação. Um emoliente deve ser aplicado imediatamente após o banho para evitar que a pele seque como resultado da evaporação da água.

Em alguns casos, os profissionais de saúde podem recomendar banhos de alvejante diluídos para pessoas com eczema. Estes banhos ajudam a diminuir o número de bactérias na pele que podem causar infecções ou piorar os sintomas.

 

Como tratar a irritação da pele?

Esteroides tópicos – Os cremes e pomadas de esteróides (corticosteróide) podem ser recomendados para controlar dermatite atópica leve a moderada. Os cremes e pomadas de esteróides estão disponíveis em uma variedade de potências. É sugerido que um médico recomende a potência e duração do uso.

Os cremes ou pomadas de esteróides são geralmente aplicados à pele uma ou duas vezes por dia. Esses ajudam a reduzir os sintomas e hidratar a pele. À medida que a pele melhora, um emoliente hidratante pode ser retomado.

Esteróides tópicos fortes podem ser necessários para controlar inflamações graves do eczema; No entanto, estes devem ser usados apenas por curtos períodos de tempo para evitar a atrofia e outros danos na pele.

Outros tratamentos de pele – Tratamentos de pele mais recentes para eczema incluem tacrolimus (Protopic) e pimecrolimus (Elidel). Esses são eficazes no controle do eczema, embora não funcionem tão rapidamente quanto os esteróides tópicos. Eles são úteis em áreas sensíveis, como o rosto e as virilhas, e podem ser usados em crianças com mais de dois anos de idade. Devido a preocupações de segurança, esses tratamentos só devem ser usados conforme instruído por um profissional de saúde.

Esteroides orais – Os esteróides orais ocasionalmente são usados para tratar um alargamento grave do eczema, embora este tratamento geralmente não seja recomendado de rotina devido a efeitos colaterais potenciais.

1337105101_medicamentos03

Terapia de luz ultravioleta (fototerapia) – A terapia de luz ultravioleta (fototerapia) pode efetivamente controlar a dermatite atópica. No entanto, esta terapia é dispendiosa, pode aumentar o risco de câncer de pele de uma pessoa e, portanto, é recomendado apenas para pessoas com eczema grave que não respondem a outros tratamentos.

Medicamentos imunossupressores – Drogas que enfraquecem o sistema imunológico podem ser recomendadas para pessoas com eczema grave que não melhoram com outros tratamentos. O tratamento com estas drogas pode causar efeitos colaterais graves, incluindo um risco aumentado de infecção.

Medicamentos injetáveis – A medicação “biológica” injetável dupilumab, que visa o sistema imunológico, pode ser benéfica para o tratamento da dermatite atópica. Devido ao seu alto custo e potenciais efeitos colaterais, esse medicamento é reservado para adultos com dermatite atópica grave que não respondeu a outros tratamentos.

 

Como controlar a coceira?

 

Anti-histamínicos orais – Os anti-histamínicos orais, conhecidos popularmente podem ajudar a aliviar a coceira. Basicamente existem os anti-histamínicos sedativos (que tem o efeito colateral de causar sono) e os anti-histamínicos que não causam sonolência.

Tecidos úmidos – Tecidos molhados podem ajudar a aliviar e hidratar a pele, reduzir a coceira e a vermelhidão, afrouxar as áreas crostas e evitar ferimentos na pele devido a riscos.

Atualizado em Julho de 2017

Fonte: uptodate

Traduzido por Dr. Rafael Otsuzi  Site Dr Rafael Otsuzi

 

 

Rosácea

rosacea

Rosácea é um distúrbio da pele que causa vermelhidão e lesões vermelhas nas bochechas, nariz, queixo, testa ou pálpebras. É uma condição de longo prazo que piorará ao longo do tempo se não for tratada. Ela acontece com maior frequência em adultos de 30 a 60 anos.

 

Quais são os sintomas?

A rosácea afeta bochechas, nariz, queixo, testa ou pálpebras. Os sintomas incluem:

  • Vermelhidão
  • Ruborização fácil
  • Lesões vermelhas com ou sem pus (podem se parecer com acne, mas não são acne)
  • Pequenos vasos sanguíneos inchados na pele (chamados de ” telangectasia”)
  • Uma sensação de ardência ou areia nos olhos
  • Nariz vermelho, inchado e arredondado

Às vezes, os sintomas estão sob controle. Outras vezes, os sintomas pioram e desencadeiam crises. Crises geralmente são causadas por gatilhos, que são situações que pioram os sintomas.

Gatilhos comuns incluem:

  • Comer alimentos quentes ou picantes ou beber bebidas quentes
  • Beber álcool
  • Excesso de calor ou frio
  • Luz solar
  • Estresse e outras emoções fortes

 

Existe um teste para rosácea?

Não há teste. Mas seu médico deve ser capaz de dizer se você possui rosácea, aprendendo sobre seus sintomas e fazendo um exame físico.

 

Qual é o tratamento?

O tratamento para a rosácea tem duas partes. O tratamento não cura a rosácea, mas ajuda a controlar os sintomas e a evitar crises.

O tratamento envolve ambos:

1 – Medicamentos – Os médicos podem usar diferentes medicamentos para tratar a rosácea. Os medicamentos podem vir como géis, cremes ou loções, que vão em sua pele, ou como pílulas orais. Você provavelmente precisará tomar ou usar medicamentos por um longo período de tempo.

2 – Mudanças de estilo de vida – Para ajudar a controlar seus sintomas e prevenir crises, você deve:

  • Evite os gatilhos comuns listados acima e quaisquer outros gatilhos que você conheça que piorem seus sintomas
  • Use limpadores de rosto suaves e sem perfume para lavar o rosto
  • Use protetor solar todos os dias
  • Evite usar produtos no seu rosto com álcool, ácido ou outros ingredientes que possam incomodar sua pele

 

E se meus sintomas forem graves ou não melhorarem?

Se seus sintomas forem graves ou não melhorarem com o tratamento, você provavelmente precisará consultar com um dermatologista (especialista em pele). O especialista conversará com você sobre outros possíveis tratamentos.

 

E se eu quiser engravidar?

Se você quiser engravidar, fale com seu médico. Alguns medicamentos para a rosácea não são seguros para tomar durante a gravidez. O seu médico irá certificar-se de que o seu medicamento é seguro de tomar.

Visão geral sobre Acne

 

 

A acne é a desordem a mais comum da pele no Brasil, afetando aproximadamente 80 por cento dos adolescentes e 20 por cento dos adultos.

web-acne

 

Como se desenvolve a acne?

Resumidamente:

Oleosidade excessiva pelas glândulas sebáceas,

Entupimento dos poros, formando microcomedões, conhecidos popularmente como ´´cravos´´.

Proliferação bacteriana (Propionibacterium acnes)

Inflamação e formação das ´´espinhas´´.

 

Qual a relação das alterações hormonais com a acne?

Alterações hormonais durante a adolescência fazem com que as glândulas sebáceas se tornem aumentadas e a produção de sebo aumenta. Na maioria das pessoas com acne, os níveis hormonais são normais, mas as glândulas sebáceas são altamente sensíveis aos hormônios.

Em alguns casos, os níveis de hormônios das mulheres são afetados por algum problema de saúde adicional, como por exemplo a síndrome do ovário policístico.

 

Qual a duração da acne? 

Acne tende a se resolver entre as idades de 30 a 40 anos, embora possa persistir ou desenvolver pela primeira vez durante a idade adulta.

A acne pós-adolescente afeta predominantemente mulheres, em contraste com a acne adolescente, que afeta predominantemente homens.

A acne pode exacerbar antes do período menstrual de uma mulher, especialmente em mulheres com mais de 30 anos.

web-acne-mulher-com-lente-de-aumento

Quais outros fatores que levam a acne?

Fatores externos – Os cosméticos à base de óleo podem contribuir para o desenvolvimento da acne. Óleos e gorduras em produtos capilares também podem piorar lesões cutâneas. Produtos à base de água ou “não comedogênicos” são menos propensos a piorar a acne.

Pessoas com acne geralmente usam sabonetes e adstringentes. Enquanto esses tratamentos removem o sebo da superfície da pele, eles não diminuem a produção da oleosidade. Dessa forma, esfregar o rosto frequentemente ou de maneira agressiva com esses agentes pode piorar a acne.

Dieta – O papel da dieta na acne é controverso. Alguns estudos têm encontrado associações fracas entre o leite de vaca e um aumento do risco de acne, talvez por causa de hormônios que ocorrem naturalmente no leite.

Stress – O estresse psicológico, provavelmente, pode piorar a acne. Em vários estudos com alunos, a severidade da acne agravou-se durante períodos de maior estresse.

 

Quais os tratamentos para acne?

 

Não há um único melhor tratamento para a acne, e muitas vezes combinações de tratamentos são recomendadas.

Uma vez que as lesões de acne levam pelo menos oito semanas para amadurecer, você deve usar um tratamento por um mínimo de dois a três meses antes de decidir se o tratamento é eficaz ou se houve falha.

 

Quais os cuidados com a pele com acne?

Um aspecto importante do tratamento da acne são os cuidados com a pele.

Higiene da pele – Lavar o rosto não mais do que duas vezes por dia, não use sabonete, ao invés, use um agente de limpezaweb-lavar-o-rosto
facial delicado para pele oleosa. Vigorosa lavagem ou esfregar de maneira excessiva pode piorar a acne e danificar a superfície da pele.

 

Não espremer ou apertar espinhas porque isso pode piorar a acne e causar inchaço da pele e cicatrizes. Também pode infectar as lesões.

Hidratantes – O uso de um hidratante minimiza a secura e descamação da pele, que são efeitos colaterais comuns de alguns tratamentos da acne. Hidratantes que são rotulados como “não-comedogênicos” são menos propensos a entupir os poros da pele.

Proteção solar – Alguns tratamentos de acne aumentam a sensibilidade da pele à luz solar (por exemplo, retinóides, doxiciclina). Para minimizar os danos solares na pele, evite a exposição solar excessiva e use um protetor solar com FPS 30 ou superior, de amplo espectro (que bloqueia a luz UVA e UVB) antes da exposição ao sol.

 

Quais os tipos de acne e seus tratamentos?

Acne não inflamatória – Acne não inflamatória causa comedões fechados ou abertos (cravinhos) sem vermelhidão ou inchaço da pele.

Muitas vezes são utilizados retinóides tópicos (tretinoína, adapaleno) para tratamento de acne não inflamatória.

 

Retinóides são geralmente aplicados uma vez por dia, embora possa ocorrer irritação e ter que diminuir o uso, e depois aumentar conforme tolerado. (Conforme orientado pelo médico – não usar sem orientação médica)

A maioria das pessoas se torna mais tolerante aos retinóides, após uso prolongado.

web-creme-no-rosto

A maioria dos retinóides estão disponíveis em gel ou creme. Pessoas com pele oleosa podem preferir a forma de gel porque eles têm um efeito de secagem, enquanto pessoas com pele seca podem preferir um creme.

Retinóides podem causar irritação da pele, sendo necessário aplicar um protetor solar com FPS 30 ou mais antes da exposição do sol.

Outros produtos para acne – Pessoas que não toleram retinóides podem tentar outros medicamentos tópicos, recomendados pelo médico, como por exemplo ácido azelaico, ou peelings de ácido salicílico. Esses tratamentos podem ser úteis na redução da acne não-inflamatória, e o ácido azelaico pode reduzir o escurecimento da pele relacionado à acne.

 

Quais tratamentos para acne inflamatória leve a moderada?

A acne leve a moderada com alguma inflamação, é geralmente tratada com uma combinação de medicamentos.

Geralmente peróxido de benzoíla com um antibiótico tópico e / ou retinóide (por exemplo, tretinoína), é mais eficaz do que o tratamento com um único agente.

Peróxido de benzoíla – O peróxido de benzoíla é normalmente aplicado duas vezes por dia. Pode ser combinado com um retinóide tópico, caso em que o peróxido de benzoíla é aplicado de manhã e o retinóide é aplicado à noite. Peróxido de benzoíla pode irritar a pele, às vezes causando vermelhidão e descamação da pele, e pode branquear roupas, toalhas, roupas de cama e cabelos.

Antibióticos tópicos – Antibióticos tópicos (cremes ou líquidos) controlam o crescimento de bactérias acne e reduzem a inflamação. Os antibióticos tópicos incluem eritromicina, clindamicina, sulfacetamida e dapsona.

 

Quais os tratamentos para acne moderada a grave?

Para pessoas com acne inflamatória moderada a grave , podem ser recomendados antibióticos orais ou um retinóide oral conhecido como Roacutan® (isotretinoína). A medicação tópica pode ser usada em combinação com antibióticos orais.

As mulheres muitas vezes se beneficiam de tratamento hormonal com uma pílula anticoncepcional.

Antibióticos orais – Os antibióticos orais trabalham para retardar o crescimento de bactérias produtoras de acne. No entanto, antibióticos orais podem ter efeitos colaterais incômodos, incluindo infecções vaginais em mulheres e transtornos de estômago.

Doxiciclina, limeciclina e minociclina são os antibióticos orais mais comumente prescritos para acne. Não podem ser utilizados durante a gravidez ou em crianças com menos de nove anos de idade.

web-antbiotics.jpg

Isotretinoína oral – Isotretinoína oral (Roacutan®) é uma medicação retinóide potente que é extremamente eficaz no tratamento da acne grave. Cura ou melhora significativamente a acne na maioria dos pacientes. A isotretinoína oral é eficaz no tratamento dos tipos mais desfigurantes de acne.

A isotretinoína oral é geralmente tomada em forma de pílula uma ou duas vezes por dia com alimentos por cerca de 20 semanas. Em alguns casos, a acne pode inicialmente piorar antes de realmente melhorar. Para reduzir o risco para esta erupção inicial de acne, a isotretinoína é por vezes dada a uma dose mais baixa para o primeiro mês de tratamento. Após o tratamento ser interrompido, a melhora pode continuar por até cinco meses.

 

Quais os efeitos da Isotretinoína Oral?

Efeitos secundários e riscos – Apesar dos seus efeitos positivos, a isotretinoína oral pode ter efeitos secundários graves e deve ser utilizada com precaução. Tomar isotretinoína durante a gravidez pode causar aborto espontâneo e malformações que ameaçam a vida do bebê. Por estas razões, há regras estritas no Brasil para os médicos no que se refere ao uso e prescrição da isotretinoína oral. As prescrições de isotretinoína são reguladas, e exige o seguinte:gravidez-proibida

● Todas as mulheres devem ter dois testes de gravidez negativos antes de receberem uma prescrição, e então eles devem ter testes de gravidez mensais ao longo do curso do tratamento.

● Qualquer mulher que é ou pode tornar-se sexualmente ativa com um parceiro masculino deve usar duas formas de controle de natalidade pelo menos um mês antes de iniciar a terapia e continuar até um mês após parar a isotretinoína.

 

Pode ocorrer uma variedade de efeitos secundários não relacionados com a gravidez durante a terapêutica com isotretinoína:

● Pode ocorrer secura ou descamação da pele, sensação de dor e rachaduras nos lábios, prurido, dor muscular, hemorragias nasais, dificuldade em usar lentes de contato e sensibilidade ao sol.
● Existe preocupação quanto à relação entre isotretinoína e depressão e comportamento suicida. Embora não haja evidência suficiente para concluir que ela provoca depressão ou comportamento suicida, os pacientes que tomam isotretinoína devem relatar qualquer sintoma de tristeza, depressão ou ansiedade ao seu médico.
● A isotretinoína pode causar aumentos nos níveis sanguíneos de triglicerídeos (substâncias gordurosas relacionadas ao colesterol), dano hepático, pancreatite e alterações nas contagens sanguíneas. Não está claro se o tratamento com isotretinoína aumenta o risco de doenças inflamatórias do intestino, tais como colite ulcerativa e doença de Crohn.
Enquanto muitos desses efeitos colaterais podem ser gerenciados sem parar a droga, outros podem ser perigosos e exigem que você pare de tomá-lo imediatamente. Fique em contato com seu médico e siga as instruções para fazer exames de sangue regulares para monitorar o colesterol, os triglicérides, a função hepática e a contagem de sangue.

 

Como é a terapia hormonal para acne?

web-pills

 

Terapia hormonal – O hormônio estrogênio pode ajudar a compensar o efeito de andrógenos (hormônios responsáveis pelo desenvolvimento da acne). Tratamento de estrógeno na forma de uma pílula anticoncepcional às vezes é recomendado para mulheres com acne moderada ou grave.

Nem todos os contraceptivos orais devem ser usados para o tratamento da acne. Alguns podem realmente piorar a acne. Certos tipos de dispositivos intra-uterinos (DIU) e algumas formas injetáveis de controle de natalidade também podem piorar a acne. Discuta as melhores opções com seu médico.

Espironolactona é outro medicamento que pode ser usado para tratar a acne em mulheres. A espironolactona reduz os efeitos dos andrógenos.

Os benefícios de pílulas anticoncepcionais e outros medicamentos hormonais podem não ser notados até três a seis meses após o início do tratamento. O tratamento com medicamentos hormonais não é recomendado durante a gravidez.

Acne e gravidez

Muitos tratamentos da acne não são seguros para o uso durante a gravidez. As mulheres que estão grávidas ou que pretendem engravidar devem considerar parar todos os tratamentos de acne antes de engravidar. Se a terapia de acne se tornar necessária, discuta as opções com seu médico. São poucas mas existem opções de tratamento na gravidez.

acne-e-espinha

 

Quer se aprofundar no assunto?

Deixo a disposição minha monografia apresentada na conclusão do curso de pós-graduação em Dermatologia com ênfase em Cosmiatria:

MONOGRAFIA – ATUALIZAÇÃO NA ABORDAGEM E TRATAMENTO DA ACNE NA MULHER ADULTA

#Publicado em fevereiro de 2017

www.rafaelotsuzi.com.br

Sudorese excessiva – hiperidrose

A hiperidrose é a produção excessiva e anormal de suor pelas glândulas sudoríparas.

Man sweating very badly under armpit

Na hiperidrose primária, a sudorese pode aumentar em situações de tensão emocional. O incômodo causado pela sudorese excessiva pode trazer ainda mais tensão ao paciente, piorando seu quadro e trazendo dificuldades de relacionamento pessoal e profissional.

Continue lendo

Termos para uso da isotretinoína – para profissionais de saúde

ANEXO II – Termo de Consentimento Informado

ANEXO I – Termo de conhecimento de riscos e consentimento (para mulheres em idade fértil)


 

Informações para profissionais de saúde

Risco de teratogenicidade e ações para prevenção de gravidez durante o tratamento com ROACUTAN® (isotretinoína)

 

Informações para pacientes

O que você deve saber sobre o risco de malformações fetais e ações mandatórias para prevenção de gravidez durante o tratamento com Roacutan® (isotretinoína)

Dermatite seborréica

O que é a dermatite seborréica?

A dermatite seborréica é uma condição inflamatória que geralmente ocorre em áreas do corpo que têm muitas glândulas produtoras de óleo, incluindo o couro cabeludo, rosto, parte superior do peito e costas. A caspa é uma forma leve de dermatite seborréica.

 

Quais as causas de dermatite seborréica?

Continue lendo

Medicamentos que podem causar queda de cabelo

tabela de queda de cabelo

 

Medicamentos que podem causar queda de cabelo:

 

  • Alguns medicamentos para tratar hipertensão como:

Enalapril

Captopril

Propranolol

 

  •  Medicamentos para tratar depressão, por exemplo: Fluoxetina

 

  • Anticoagulantes:  Varfarina (Marevan®), heparina e possivelmente novos anticoagulantes como rivaroxabana (Xarelto®), dabigatrana (Pradaxa®), apixabana (Eliquis®)

 

  • Anticonvulsivantes: Carbamazepina (Tegretol®), ácido valproico (Depakene®), fenitoína (Hidantal®)

 

  • Excesso de vitamina A e retinóides

 

  • Hormônios anabolizantes

 

  • Outros medicamentos: AAS, anticoagulantes, amiodarona, anfetaminas, Cimetidina, Colchicina, Estatinas, Omeprazol, Doxepina, Levodopa, Ursacol®, Albendazol, Antagonistas da tireóide, medicamentos quimioterápicos.

 

#Atualizado em agosto de 2017

http://www.rafaelotsuzi.com.br